Traços atrasam a Cura?

Um assunto muito polêmico e de interesse de todos os alérgicos e seus respectivos cuidadores..
.
É só dar uma espiada nos grupos de mães de alérgicos ou participar de uma conversa que, se o assunto traços está no meio, logo alguém grita – TRAÇOS ATRASAM A CURA!, e o medo se espalha.

O “engraçado” é que somos movidos pelo medo, e o medo se entranha muito fácil. Ao invés das informações lógicas e concisas, preferimos nos agarrar aos mitos e ao medo. Por isso essa informação se espalha rapidamente e toda mãe de alérgico ou o próprio alérgico adulto já deve ter ouvido isso pelo menos uma vez na vida!

Eu fico pensando como isso aconteceu, e baseado no quê. Em qual lógica? Não há, ainda, estudos provando que traços atrasam a curam, ou estudos provando o contrário. É basicamente um jogo de bate e rebate, onde um grupo de médicos é a favor dos traços, e outro grupo é contra.

Não estou aqui para convencer ninguém que traços são isso ou aquilo, estou aqui para desmistificar e quebrar o medo!

Sim, a OMS recomenda a remoção dos traços, e alerta sobre o perigo deles! Mas isso é obviamente para quem reage a traços.

Eu e meu filho fizemos a dieta isenta de traços por 10 meses, até ele ter um ano e um mês de vida completos. Mas isso não foi pelo medo de atrasar a cura, e sim por ele ser muito sensível aos traços. Aqui em casa nunca pensamos que os traços poderiam atrasar a cura, era muito ilógico para tudo o que tínhamos aprendido sobre o funcionamento do sistema imunológico.

Aos 10 meses de vida meu filho iniciou um tratamento homeopático, e esse remédio consistia de uma quantidade mínima de leite, que ele tomava todos os dias. Fiquei muito assustada ao iniciar o tratamento, mas confiei no médico. E sumiram sintomas que nem mesmo 7 meses de dieta haviam conseguido eliminar (algumas brotoejas, coçar o nariz, comer e dormir melhor, etc) e que eu achava serem parte do meu filho e não da alergia.

Hoje ele está com 1 ano e 4 meses, e faz 3 meses que eu estou consumindo traços. Ele ainda é alérgico, ele consome traços via leite materno, e está cada dia mais resistente.

Mas obviamente que isso é um caso isolado e não serve para todos, não podemos generalizar. Porém o que me motiva, e muito, a seguir esse raciocínio é o fato de ter a oportunidade de conversar com mães que seus filhos curaram da APLV, e nem sabiam o que eram traços. Estranho? Não! Fizeram a dieta sem leite e derivados, mas cheia de traços.

Uma das mães eu conheci no parquinho que levo o meu filho, e na época sua bebê tinha quase um ano e meio, e a mãe me relatou que faziam dois ou três meses que sua filha estava com as fezes normais, pois mesmo com a dieta (com traços) havia muco nas fezes e era levemente esverdeada, e que pela melhora a médica da bebê pediu para introduzir o leite de vaca com um ano e meio.

O fato da bebê continuar reagindo, mesmo com a dieta e traços, e de repente parar de reagir, deixa claro que os traços não atrasaram ou impediram a cura. E fica a dúvida se traços ajudam na cura, ou até mesmo se tem a capacidade de influenciar no tempo da cura.

Se fossemos seguir a lógica de que traços atrasam a cura, muitos APLV cujas mães nem sabiam o que eram traços, jamais teriam se curado. O meu filho teria piorado após a homeopatia e após a introdução dos traços via leite materno. E todas as mães que deixam seus filhos na escolinha e não conseguem ter controle sobre os traços teriam filhos APLV para sempre. O que sabemos não ser verdade!

É só parar e raciocinar. Traços não atrasam a cura. A dieta é o tratamento. A cura depende do sistema imunológico.
Por isso dizem que o Leite Materno ajuda na cura, pois ele auxilia muito na construção do sistema imunológico do bebê, e também recupera mais rápido os órgãos internos lesados pelas reações alérgicas.

A dieta serve para dar uma vida saudável ao alérgico, e não para curá-lo. Se o problema é no sistema imunológico, então obviamente que a cura depende do amadurecimento e desenvolvimento da imunidade do alérgico. Use o bom senso e seu instinto de mãe, não tome decisões baseadas no medo.

Caso seu filho reaja a traços, tenha muito cuidado com eles, pois são silenciosos e causam muitos danos! Minha recomendação para toda mãe que suspeita ou descobre a APLV recentemente é para retirar totalmente os traços, trocar os utensílios, só usar marcas confiáveis, e todo o cuidado que deve ser tomado. Não adianta falar que faz a dieta com controle de traços se permite alguns furos. Um único traço na dieta é uma dieta com traços.

Depois que o alérgico estiver estabilizado, a mãe pode pensar em adicionar os traços e assim ela descobrirá se ele reage ou não aos traços. Nesse caso é importante ressaltar que reações tardias podem levar até 21 dias para surgirem após o primeiro contato com o alergeno. E já vi muitos relatos de mães, desesperadas, que seus filhos voltaram a reagir depois de 2 meses consumindo o leite diariamente. Portanto, sempre observe seu filho e tenha um diário alimentar. No caso de dúvidas se as reações voltaram, não espere o quadro piorar, retorne a dieta isenta de traços.

Não é seguro começar a dieta sem eliminar traços, pois muitas vezes é demorado e complicado alcançar a estabilidade, e então começam a retirar vários outros alimentos além do leite de vaca, sendo que na verdade o vilão poderiam ser os traços.

Espero que depois deste texto as pessoas pensem duas ou três vezes antes de falarem para todos que os traços atrasam a cura, e que não assustem as mães cujos filhos estão estabilizados e consumindo traços.

Grata,
Angélica Azambuja.

Texto feito pela mamãe Angélica Azambuja. Todos os direitos reservados! Se quiser compartilhar, repasse o link desta página do Meu Mundo APLV ao invés de copiar o texto.

Anúncios

2 comentários sobre “Traços atrasam a Cura?

  1. Puxa, achei o texto super interessante! Mas não fiquei totalmente relaxada sobre os traços… não pode ser dependente de como é q a reação alérgica se monta no organismo esta coisa de ser os traços estopins de novas reações e , portanto, “arrasadores” dela cura?

    Curtir

  2. Muito bom o texto !
    Compartilho aqui que após a homeopatia, meu bebê também melhorou.
    Agora que estamos estabilizados, vamos iniciar a dieta com traços para mim, que amamento.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s