É possível e é normal amamentar um Alérgico Alimentar!

Tenho visto muitas mamães desmamando, contra sua vontade, assim que recebem a confirmação da APLV em seus filhos. Ficam tão desesperadas com o diagnóstico que cedem à fórmula hidrolisada, convencida por seus médicos e companheiros que é o melhor a fazer.

Se você deseja continuar a amamentação, saiba que é possível e é normal amamentar um alérgico alimentar!

As fórmulas nos dão a ilusão de escapar da APLV, pois a mãe não precisa fazer a dieta, apenas o bebê. Mas é preciso levar em conta que o cuidado com os traços são exatamente os mesmo para bebês amamentados e bebês de leite artificial.

Portanto, cuidados com utensílios, com marcas de alimentos, com produtos de higiene, e muito mais; tudo isso é a mesma coisa para os amamentados e os em fórmula.

É muito raro encontrar médicos que entendam de alergia alimentar e amamentação, por isso a chance de você ser indicada por um médico a desmamar é altíssima! Eles são ensinado a lidar com AA através das fórmulas hidrolisadas e a maioria desconhece o peso dos traços na dieta.

  • O lado ruim de amamentar é que a mãe tem que fazer a dieta à risca!
  • O lado ruim da fórmula é depender do governo para receber o leite, correr o risco de ficar sem o leite e ter que pagar por si próprio, a dificuldade na aceitação do leite para o bebê, ter que levar mamadeiras e saquinhos com o LA aonde for.
  • O lado bom da fórmula é que a estabilidade chega mais rápido e a mãe não precisa fazer a dieta.
  • O lado bom de amamentar é que a cura vem mais rápido (alergia é doença do sistema imunológico, e o LM fortalece o sistema imunológico, além de ajudar muito na cicatrização dos órgãos internos, como por exemplo, o intestino), o leite sempre estará prontinho e quentinho.

Se seu filho está tendo problemas com o seu leite, é por conta das proteínas do leite de vaca presentes nele, apenas isso. Não há nada de errado com seu leite! As proteínas podem ficar até 5 dias no corpo da mãe após serem consumidas. As proteínas via LM são mais “diluídas”, então quando você come, por engano, um sanduíche sem leite feito com utensílios com traços do leite, e seu filho reage com um vômito ou diarreia, imagine que esse quadro se agravaria caso ele tivesse o contato direto com esse sanduíche, pois os traços estariam “crus”.

Assim, amamentar também ajuda na introdução de novos alimentos e marcas na dieta da mãe e do bebê, ajuda na reintrodução do leite de vaca, e é infinito!

Não sou da área da saúde, sou apenas uma mãe de alérgico, e por isso minhas explicações tão leigas, porém, verdadeiras. E quero deixar claro que não tenho nada contra uso de fórmulas hidrolisadas! Cada mãe sabe o seu limite, sabe seu estilo de vida, sabe o quadro de seu filho. Esse post é para incentivar e informar as mamães, e evitar o desmame das que, como eu e muitas mais, desejam persistir na amamentação.

Anúncios

2 comentários sobre “É possível e é normal amamentar um Alérgico Alimentar!

  1. Olá, preciso da sua ajuda. Meu bebe esta com 9 meses e aos 5 comecou a ter alergia atopica, tipo dermatite na pele e nunca imaginei que seria alergia ao leite de vaca, apesar de nao estar comprovado ainda. Eu sempre comi muita coisa com leite de vaca, iogurtes, manteiga, queijo, etc, meu filho quase sempre com a dermatite e outras bolinhas na barriga e rosto, que iam e voltavam. Essa semana a pediatra pediu pra eu fazer por duas semanas a dieta, excluindo tambem linguicas e ovos, nunca falou nada sobre tracos de leite aqui e ali, de qq maneira fiz, sem ser muito radical, comi chocolate amargo e no rotulo dizia que poderia conter tracos de leite,a alergia dele melhorou :(, voltamos na pediatra, que acha que ele pode ter sim aplv e pediu pra aumentar a dieta pra um mes e como ele ganhou menos peso (apesar de nao estar abaixo) tambem ja deu receita pra formula para bebes com alergia. Nao sei se ele realmente tem aplv, estou confusa, a pediatra disse que a decisao de continuar amamenta-lo e minha, mas se amamentar, continuar com a dieta. Estou bem confusa, ele nao pega a mamadeira, nao me sinto preparada para desmama-lo mas tambem pra mim e muuito dificil essa dieta tao restritiva 😦

    Curtir

    1. Não é tão difícil assim, pelo contrário e é tão bom para nós, o planeta e para os animais também. Junte-se ao grupo ”Ogros Veganos” no Facebook, que lá tem muitas receitas veganas. Vai ver que é super fácil. Tem também muitos canais como o Vegetarirango, o Presunto Vegetariano, as Viewganas (no Youtube e no Facebook), e o livro ”Como Não Morrer” do Dr Greger onde você vai ver como é fácil ser vegana e melhor para a sua saúde. O Dr Greger é conceituado nos Estados Unidos e compila os mais recentes estudos no seu livro e coloca todas as fontes no final para que possa consultar os estudos e escreve em linguagem acessível ás pessoas enquanto continua também a dar palestras em universidades e colabora com diversos outros médicos no site da organização nutritionsfacts.org (é também o site web deles) onde tem todas as informações mais recentes sobre saúde e há voluntários que já vêm a criar legendas em Português. Se quiser outras fontes de medicina, pode também consultar o site da Medical School de Harvard, ou semelhantes, e ver as descobertas mais recentes sobre a importância de uma dieta vegetal para a saúde. Boa sorte e cuide bem de si e do seu bébé. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s